musica,livros,vida,amor,sol,bem estar,sociedade

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Amelices e outros estados de alma

50 e´s ainda à procura do sentido da vida.

50 e´s ainda à procura do sentido da vida.

Amelices e outros estados de alma

15
Mar17

Heróis do Mar, Estrelas e 50.


Beia Folques

Ando confusa, desconcertada com as aberrações com que somos confrontados diariamente. Na nossa vida, directamente, indirectamente, por interacção com os outros, através da tv, rádio, redes sociais e outras. É o ataque á nossa posição social, se és classe média minimamente confortável é para abater, no trabalho os 50 anos tornaram-se numa idade maldita não és novo nem és velho bem estás ali num limbo, enfim és “mal amado” e completamente dispensável, só tens deveres não existe direitos neste Estado de direito. Pretende-se nivelar tudo por baixo, a maioria das pessoas até acha natural, não tem ambição nem pretensão a viver acima do “poucochinho”.

Que raio de lavagem ao cérebro esta gente sofreu?

Sujeitam-se basicamente a tudo, claro menos ao seu clube de futebol perder. Bem isso é que não.

Tudo o resto: comboios suprimidos, autocarros atrasados, parlamento ao insulto gratuito na maior degradação humana, políticos corruptos, impostos injustificados para o que recebemos de retorno, obras para “Inglês ver”, atropelos vários. Justiça, saúde e educação cada vez mais “distante” de nós, contratos laborais anuais, as regras sempre a serem alteradas conforme os interesses de alguma entidade, instabilidade no trabalho, reestruturações por tudo e por nada, aceita-se tudo com uma passividade assustadora.

Pergunto-me se esta gente é a mesma que se lançou ao mar numa casca de noz norteados pelos pontos cardeais e constelações de estrelas?

Este povo, o nosso povo não olha as estrelas à noite, não vê o céu de certeza, senão sonhariam com um amanhã melhor e o “poucochinho” não é nem nunca foi condição para se viver…

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D