musica,livros,vida,amor,sol,bem estar,sociedade

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amelices e outros estados de alma

50 e´s ainda à procura do sentido da vida.

50 e´s ainda à procura do sentido da vida.

Amelices e outros estados de alma

13
Mar17

Quem não sente não é filho de boa gente


Beia Folques

Quem não sente não é filho de boa gente. É o tipo de provérbio que cada vez faz mais sentido.

Com o passar dos anos tomamos mais consciência das nossas origens, damos valor aos nossos antepassados, valorizamos os seus feitos, ficamos mais cientes do seu papel na família, no trabalho quer na sociedade ou a nível profissional. Só crescendo e deparando com os diversos obstáculos e desafios da vida é que conseguimos dar a verdadeira importância a quem nos precedeu.

Como não nasci debaixo de uma pedra, como pertenço a uma família, como a minha família já vinha de gente de bem, trabalhadora, digna e honrada. Não admito, não convivo nem compactuo com a maioria das atitudes, procedimentos e encenações da nossa sociedade.

Porque sinto, sinto respeito por mim e pelo outro, tenho vergonha própria e alheia, não gosto que me usem nem uso os outros, a estupidez e a hipocrisia, o oportunismo me indignam, ferem. A maldadezinha, mesquinhez e a vingança acho que são propriedades de seres inferiores. Tudo isto é o resultado da minha educação no seio de uma família que não apareceu ontem nem anteontem, que cresceu , evoluiu, amadureceu durante gerações, que contribuiu na sua sociedade, que se norteou sempre por valores maiores.

Por isso sinto e sinto muito com a realidade que nos cruza, onde o que hoje é verdade ontem era mentira, que vive do imediato, da fácil glória, do atropelo, do compadrio medíocre, do nivelamento por baixo, do desistir dos princípios básicos, elementares porque senão não pertence à turba. Do se porem em bicos dos pés e sujeitarem-se para serem aceites pelos “grandes” da vilota.

Felizmente ou infelizmente venho de boa gente e serei sempre fiel à minha educação. Felizmente ou infelizmente sei que a vida é uma sucessão e que é tudo uma cadeia que não devemos quebrar nem manchar.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Beia Folques

    Como no comentário anterior foi referido a sabedor...

  • Beia Folques

    Temos a mania de desprezar a sabedoria popular e e...

  • Anónimo

    Madona está no reino de Liliput, pois é o que pare...

  • Anónimo

    Com tanta sede vai-se ao pote que ainda se parte, ...

  • Beia Folques

    Excelente comparação, se alguém nos deixa passar e...

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D