musica,livros,vida,amor,sol,bem estar,sociedade

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amelices e outros estados de alma

50 e´s ainda à procura do sentido da vida.

50 e´s ainda à procura do sentido da vida.

Amelices e outros estados de alma

05
Jul17

Love story-Marraquexe e Paris


Amélia Folques

bridge.jpg

 

Uma amiga ao dar-me conhecimento que tinha um problema de saúde confidenciou-me que não quer morrer sem ir a Marraquexe, é aquele destino mágico que sempre sonhou. Eu que sou uma mulher prática e de projectos garanti-lhe que logo que ela esteja melhor vamos visitar Marraquexe, até vamos ao deserto uma noite e sentir a vastidão do mesmo e a imensidão da noite salpicadas pelas estrelas, também tenho esse sonho para viver.

Veio-me à lembrança o filme “Love Story” quando Ali MacGrawn sabe que está muito doente e diz ao Ryan O’Neal que nunca realizou o sonho de ir a Paris.

Li o livro e vi o filme deveria ter uns 17 anos, e decidi aí que eu também tinha que ir a Paris. Seria aquela viagem fascinante, maravilhosa, de sonho. Mas no meu caso é mais complicado pois tenho a ideia absurda desde adolescente que visitar Paris pela primeira vez tem que ser uma coisa para enamorados, amantes. É o destino que não se faz em grupo pela primeira vez. É algo para ser intimo, cúmplice, romântico, não quero desprestigiar a “Cidade das Luzes” ou a “Cidade do Amor", com fanfarronices e excursões ruidosas. Tenho esta fantasia romântica e idiota que Paris é só para os apaixonados. Namorei, casei e Paris foi sempre adiado.

Com a lembrança de uma miúda de 17 anos que sonhava em ir a Paris com o amor da vida dela e com tanto que tenho presenciado nesta vida. Tantas vidas traídas e sofridas com os sonhos diferidos, alguns nunca realizados que tomei a decisão primeiro é ir a Marraquexe depois vou cumprir Paris.

É urgente realizar este desejo, sozinha ou acompanhada. Tenho consciência que posso dar um voto de confiança a mim mesma e ir sozinha pois de certeza vou-me divertir bastante e assim não maço ninguém. Sou do tipo de pessoa que faz muito boa companhia a ela própria. Se eu não me mimar, se eu não gostar de mim quem gostará?

03
Jul17

Passado/ Presente/ Futuro


Amélia Folques

atitudes-do-presente-podem-alterar-o-futuro.jpeg

Assisti a um “talk show” com o Brad Pitt na tv, para meu imenso espanto foi muito interessante. No meio das perguntas e respostas o actor colocou a seguinte questão ao entrevistador:

- Se tivesse acesso a uma máquina do tempo em que direcção se dirigia. Iria revisitar o passado ou visitar o futuro?

Fiquei a matutar nesta questão. É fundamental saber qual a direcção que queremos tomar, para saber o que queremos.O que é que eu escolheria?

Era fantástico ir ao passado, mas só sabendo o que sei hoje, agora. E corrigir, amar mais e melhor, aproveitar, usufruir, desculpar. Ter uma segunda vez para que os erros, omissões, negligencias que cometi fossem sanadas ou que pudesse evitar as que fui vitima.

Seria bom ir ao futuro e saber o que me reserva, e assim alinhar a minha vida, fazer o balanço do que andei a construir até agora, evitar erros, descuidos. Poder colocar em perspectiva as minhas ambições, objectivos e desejos. Para não haver arrependimentos, perdas desnecessárias, decisões desastrosas, mágoas.

Ando desde esse dia a pensar qual seria a minha prioridade, passado ou futuro…

Optei pelo presente.

 O passado foi o resultado das minhas decisões e das circunstâncias. Decisões que tomei tendo em conta a experiência, a idade, os outros, a minha percepção dos acontecimentos naquele momento, por vezes instantes. Mas era a realidade com que me defrontei. Tenho a paz de saber que todas as minhas resoluções foram sempre tomadas por amor ou falta dele.

O futuro deixo-o sossegado, quero ter a ilusão que quando lá chegar saber que não fiz “batota”. Quero ter a alegria de quando acontecer ter a consciência que foi construído de uma forma equilibrada, justa, sábia e amorosa. Quero estar rodeada por todos aqueles que me são tão queridos e caros, um futuro sustentado e harmonioso, com alguns sonhos realizados.

Quero o presente para investir no futuro, aprender com o passado com tudo que foi bom e menos bom. Quero o presente para conciliar-me com o passado e criar bases para um futuro tranquilo. Reconhecendo os erros e enganos do que foi a minha experiência até agora, e sobretudo valorizando tudo de bom que o passado me deu tão generosamente e assim o futuro surgirá em paz e radioso. Quero o presente para que este não seja vivido em vão.

E como todas as minhas decisões são tomadas pelo coração espero que ele não me traia.

Sou grata pela facto de viver o presente e que este seja o agora e uma ponte. E que nunca no futuro diga agora é tarde….

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bem verdade, viver encantado com a vida, apesar do...

  • s o s

    explico. Pois, justamente nao vou explicar nada, ...

  • Ana D.

    Excelente reflexão!Obrigada pela partilha!

  • Anónimo

  • cheia

    Totalmente de acordo!Boa semana!

Mensagens

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub