musica,livros,vida,amor,sol,bem estar,sociedade

Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amelices e outros estados de alma

50 e´s ainda à procura do sentido da vida.

50 e´s ainda à procura do sentido da vida.

Amelices e outros estados de alma

25
Ago17

Meninas na praia


Amélia Folques

praia3.jpg

 

A receita para ter a família toda reunida nas férias de Verão é deixar que os meus filhos/as convidem amigos/as para passarem connosco alguns dias quer seja na praia ou no campo.

Facilmente vejo-me rodeada por gente jovem, mais ou menos ruidosa e bem-disposta para partilharem estes dias. Este ano não foi excepção e como tenho um número generoso de filhos/as a casa enche-se de jovens, adolescentes, pré-adolescentes e os já ou quase adultos.

As amigas da minha filha iam chegar, meninas com 18 /19 anos. Achei por bem relembrar aos meus filhos que cá em casa os amigos e as amigas são como irmãos e irmãs. Não faltam jovens na praia para romances de Verão. Logo é desnecessário entusiasmarem-se com quem está sob a minha responsabilidade e cuidado. Lá dei o meu sermão de Verão e a coisa ficou assente.

As meninas chegaram. Miúdas giras, divertidas, alegres e desempoeiradas. Como qualquer rapariga daquela idade vinham de calções curtos e camisas a condizer curta. Uma amiga minha que estava lá em casa e assistiu á chegada disse-me que deveria fazer o discurso às miúdas e não aos rapazes.

Não gostei. Não gostei porque os rapazes podem andar de calção de banho e tronco nu e aceita-se mas uma miúda tem que ter cuidados com a roupa na praia porque pode suscitar alguma fantasia na cabeça de um homem. Em pleno Séc. XXI a mulher tem o ónus da devassa, do pecado, têm que ser elas a refrear e resfriar os apetites masculinos.

Porque é que se passa um atestado de infantilidade e imaturidade aos homens e carrega-se a mulher com uma conduta neste caso de vestir de forma a não acordar nenhum instinto primário neles. Eu quero que os meus filhos tenham auto- controle e não sejam umas bestas ao estilo de alguns povos neste planeta. Eu quero que os meus filhos respeitem sempre uma mulher quer esteja fardada ou a fazer top-less na praia. Sou perfeitamente contra este raciocínio, as meninas têm que estar recatadas e tapadas, sobretudo nas férias na praia.

Acho bem que as meninas usem shorts e blusinhas de Verão. Usam porque é Verão, usam porque podem e têm idade para isso, usam porque ficam giras e estamos na praia, usam porque se sentem confortáveis e acima de tudo porque querem.

Os rapazes que estão a meu cargo se lhes der algum desvario eu trato deles, posso sempre desligar o gás na hora do banho.

Em minha casa as meninas são donas delas próprias e não reféns de nenhum papel estereotipado. Os rapazes são jovens saudáveis e nenhuns trogloditas.

24
Jul17

Rabinho de bebé


Amélia Folques

man.jpg

Fui á praia nestes dias. Estava sozinha, a água estava fria para ir nadar, não levava nada para ler nem para fazer e com uma carga enorme de preguiça. Entretive-me a observar as pessoas ao meu redor.

Nem passada meia hora estava decepcionada com o que via. Conclui tristemente que seriam muito poucos os rapazes com menos de 35 anos que não estariam depilados no peito. Alguns sozinhos, outros acompanhados com namorada/ amiga ou em grupo de amigos ou família. Pelos vistos 80% desta rapaziada tinha-se dado ao trabalho de ir á depilação primeiro antes da praia.

Já me tinha deparado com a publicidade do detergente “ Surf”, onde um jovem aparece num anúncio televisivo ou em cartazes de rua sempre sem camisa ou t-shirt, exibindo uns peitorais limpinhos de pêlos. Agora temos o rapaz da “Planta” em cartazes espalhados na cidade, mais uma vez desnudado da barriga para cima e cuidadosamente depilado.

Como dona de casa garanto aos mentores deste tipo de publicidade que estes jovens homens não são mais-valia nenhuma na decisão de comprar produtos lá para casa, não me entusiasmam na hora de escolher que manteiga ou detergente para a roupa levar. Em boa verdade antes pelo contrário. Acho que este tipo de homem só faria sentido e com algumas reservas na publicidade do “Vick Vaporub”.

Mas o que mais me espantou foi ver na tv a publicidade ao “Veet for men” e aí tive a certeza isto está grave. A coisa extravasou, já se transpôs a barreira da depilação para homem ser um assunto só discutido para homens que sejam desportistas profissionais, manequins ou com outras actividades específicas que assim o exijam e passou a ser para uso geral dos homens, do mais comum dos homens.

Eu como mulher só posso dizer a estes homens independentemente qual seja a sua idade ou profissão, que passar a mão num peito de um homem depilado só me ocorre um rabinho de bebé .E asseguro-vos qualquer vontade “morre logo ali na praia”. Tenham dó.

Homem que é homem tem pêlo no peito, todos os detergentes são mais ou menos a mesma coisa e manteiga é manteiga, Planta é outra treta qualquer. Veet bem é coisa para mulher. Ok.

Boa semana e deixem-se de tolices.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bem verdade, viver encantado com a vida, apesar do...

  • s o s

    explico. Pois, justamente nao vou explicar nada, ...

  • Ana D.

    Excelente reflexão!Obrigada pela partilha!

  • Anónimo

  • cheia

    Totalmente de acordo!Boa semana!

Mensagens

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub